Voltar a Home do Gerentes Gerentes - Adicione aos favoritos Siga: Gerentes no Facebook Gerentes no Twitter Gerentes no Linkedin Gerentes no Google Plus Cadastre-se no Gerentes Cadastre-se

O conteúdo desta página requer a nova versão do adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Compartilhe

seu nome:

seu e-mail:

nome do seu amigo:

e-mail do seu amigo:

Comentário:

Quando a Estrela é o Chefe – House, M. D.
Por Robson Pires

20 de Março de 2012

O Dr. Gregory House é uma celebridade no Mundo da Medicina, um Gênio do diagnóstico, mas parece que não tem o melhor dos humores. Vejamos se no Mundo coorporativo é fácil lidar com o Chefe Estrela.
O Dr. Gregory House é uma celebridade no Mundo da Medicina, um Gênio do diagnóstico, mas parece que não tem o melhor dos humores. Vejamos se no Mundo coorporativo é fácil lidar com o Chefe Estrela. Na semana passada falamos de como é ter uma estrela no Time e das diferenças de aproveitamento dela quando se tem um Líder ou um Chefe no comando. Usamos a Agente Teresa Lisbon de The Mentalist como este exemplo de Gestor Líder.

Ao escrever sobre o tema , lembrei-me imediatamente de um protagonista de séries com P maiúsculo, oito temporadas de sucesso na Fox americana e em seu derradeiro Plantão. House, M.D. , Dr. House ou simplesmente House encanta também por aqui, seja na tv a cabo, no Universal Channel, ou na Rede Record em sinal aberto.

Gregory House, chefe de um departamento de diagnósticos especiais do Princeton Hospital, assusta em primeira, segunda e terceira impressões. Remete imediatamente, sem anestesias, a perguntas como “ e quando seu Chefe é a estrela ? “ ou “ quem quer o Dr. House como chefe ? “.


É de imediato odiá-lo



Um médico que repulsa o contato com os pacientes, é cético em quase tudo que o cerca. Sarcástico, manipulador, chantagista e piadista com a Equipe. O rei do politicamente incorreto, um campeão de falta de ética, convencido e o maior ego do Mundo.

É fácil gostar dele




Mas House é brilhante no que faz, um líder que inspira e é modelo. Todos querem trabalhar com ele, não há médico com melhor diagnóstico em todo EUA. Constantemente chamado de gênio por seus pares, chefes e liderados. Por vezes confundido com Deus pelos pacientes, e ele mesmo, acredite, tem dúvidas se realmente não é.

Os obstáculos



A metralhadora verborrágica de House, capaz de humilhar ao extremo, seja por provocações, piadas, apostas, chantagens ou mesmo, um “simples “ xingamento de idiota é um exemplo claro e real das grandes barreiras de ser liderado pelo Chefe Estrela. Mas as coisas não param por aí, se seu Chefe desafia constantemente com métodos nada ortodoxos , se envolve desde com o membro recém chegado da equipe, como com a Diretora da organização. Não existe parâmetro ético para ele.


A parte boa



House em sua natureza especial tem também benéficas qualidades. Procura sempre os melhores para trabalhar. Em sua equipe sempre estão médicos inteligentes, qualificados e contestadores. Um ambiente ideal para nosso “ modelo “ de Gestor de hoje aplicar o Método Socrático, onde uma serie de perguntas simples e irônicas, por vezes até ingênuas, levam ao exercício das contradições, desafios, idéias ilógicas e criativas. Tudo isto gera um clima ímpar de aprendizado, de descobertas e de redefinição de valores.


Cruzamento existencial



O grande desafio em tudo isto é saber quando agir, quando falar, quando parar. Se com o Dr. House um feedback claro e objetivo não funcionaria nunca, na maior parte dos casos é possível chamar o Chefe “ de canto “ e dizer pra ele “ que ninguém está agüentando seu mau humor “, só para usar um exemplo real.

Precisamos ter em mente os benefícios de um ambiente contestador, desafiador, de resultados superiores, mas devemos também ter os pés no chão e ver até onde eu me encaixo eticamente sem ferir meus princípios e ideais. E observar até que ponto um ambiente pesado de estresse não afeta minha saúde e minhas relações afetivas primordiais.

A pergunta final que deixo é “ até que ponto é saudável ter um Chefe como o Dr. House ? “

Devemos acionar a balança “ do está valendo a pena “ a todo momento.

Certo que há respostas controversas, todas corretas, só precisamos saber qual a nossa.


Mais uma Série



Na semana que vem o intenso bombardeio energético do Dr. Cal Lightman de Lie to Me e as lições de como lidar com um Chefe ligado no 220, ansioso por respostas imediatas e que parece sem pre desconfiado de você

Robson Pires
@robsonpi

Compartilhe

Outros artigos de Robson Pires

Nome:
E-mail:
COMENTÁRIO:
Claudia Somera Postado em 23/03/2012
Oiii, Robson, parabéns realmente muito legal. Foi muito bom ter um chefe como você.

Nome:
E-mail:
RESPOSTA:
Felipe Rezende Postado em 21/03/2012
Amigo, parabéns pela iniciativa, as matérias estão bem legais e inteligentes. Forte abraço e sucesso!

Nome:
E-mail:
RESPOSTA:
Robson Pires Postado em 21/03/2012
Grande Felipe, muito obrigado pelo feedback, feliz que tenha achado interessante. Forte abraço.
Roberta Postado em 21/03/2012
Robs, Muito legal o artigo! Vc eh realmente um cara inspirador e mto criativo! INTUICAO TOTAL! Parabens!!!

Nome:
E-mail:
RESPOSTA:
Robson Pires Postado em 23/03/2012
Obrigado Roberta, seu comentário muito estimula. Grande abraço

+ Publicidade

Assine a NewsLetter do Gerentes e fique atualizado com o melhor conteúdo de Gestão da WEB

Fique atualizado!
Receba nossos artigos por e-mail!

Digite seu e-mail:

+ Ultimos Artigos

11/11/2013 - COMO REEQUILIBRAR O MERCADO...

05/11/2013 - Como Lidar com Tanta...

14/10/2013 - Que Futuro aguarda o...

14/10/2013 - Brasileiros made in China...

14/10/2013 - Festa de confraternização...

14/10/2013 - Começar a trabalhar...

14/10/2013 - Proxis Anuncia Nova Diretora...

26/09/2013 - O que influencia o comportamento...

23/09/2013 - Os Cinco T´s dos Eventos...

02/09/2013 - Assessoria de imprensa:...

22/08/2013 - Estamos em crise?...

02/08/2013 - Larguei emprego para...

28/06/2013 - Consumidor e Serviços...

22/06/2013 - Diga não ao derrotismo...

19/06/2013 - O capitalismo não é...

SOBRE NÓS

Acreditamos que com esses 2 elementos todo líder deve obter o sucesso mais rápido e mais consistente! E sua visita aqui é importante por isso. Nosso objetivo secundário é disseminar a discussão entre gestores de todos os segmentos, ouvir, criar e ainda assim ser um link entre você e sua carreira. Acreditamos no café do corredor, no bom humor, no almoço de negócios, feedbacks e reuniões que durem menos 15 minutos.